post_epubfixo

InDesign Creative Cloud: dossiê ePUB

InDesign Creative Cloud: dossiê ePUB

E o InDesign chega a sua nona versão com novo nome – InDesign Creative Cloud – e importantes recursos para melhorar a performance e organização das tarefas. Confira nosso artigo “O que há de novo no InDesign CC” para ficar por dentro das novidades.

Em relação ao formato ePUB à primeira vista não percebemos mudanças significativas, mas em seu interior esta versão mostra um importante amadurecimento da software na produção de eBooks.

Neste artigo reúno em três categorias as melhorias, acertos e novidades do InDesign CC para o formato Electronic Publishing – ePUB.
 

1 – Interface

Estilos de objetos suportam comandos de Object Export Options

objectstyle

Dois recursos que sempre fazem sucesso durante meus treinamentos são o texto ao contorno e rasterização de objetos complexos, ambas as funções estão no Menu Objeto que agora podem ser configuradas dentro do estilo de objeto. Mais produtividade!

Mapear estilos e tags

mappingtag_styles

O recurso de mapear estilos de parágrafo e caractere para tags de HTML ajudam a mantermos um código mais limpo, além de integrar com a função de sumário no Sigil. Essa função agora chegou aos estilos de objeto compensando uma limitação da verão CS6. Acesse o submenu do painel Object Styles > Edit All Export Tags.
Apesar de ainda não ser ideal a marcação dos estilos de objetos para as tags DIV ou SPAN resultam num código mais limpo.

Pequenas mudanças…

1. De forma inteligente a Adobe retirou do painel de exportação a opção – com função nula – de ePUB 3.0 with Layout. Agora temos apenas as opções ePUB 2.0.1 e ePUB 3.0.
2. Exibe quadro de alerta durante a exportação para reportar erros.
3. Corrigiu a exportação do ePUB pelo painel Book voltando a funcionar como na versão CS5.5.
4. Suporte ao sumário do InDesign pelo Menu Layout > Table of Contents para criar o sumário interno e externo do ePUB.
5. Suporte ao recurso de Index do InDesign.

 

2 – XHTML

Listas

Este item foi totalmente reformulado melhorando, em muito, a marcação do código XHTML no conteúdo da publicação. Veja a diferença:

Exportação de item como lista ordenada (número) e não ordenada (marcador)
 

• Bullet
2. Number

InDesign CS6
HTML
<ul>
<li class=”Bullet”>
<span class=”char-style-override-1”>
•&#9;</span>Bullet
</li>
</ul>

<ol>
<li class=”Number”><span class=”char-styleoverride-1”>
2.&#9;</span>Number
</li>
</ol>

CSS
span.char-style-override-1 {
display:inline-block;
text-indent:0;
white-space:pre-wrap;
width:18px;
}
InDesign CC
<ul>
<li class=”Bullet”>Bullet</li>
</ul>

<ol>
<li class=”Number” value=”2”>Number</li>
</ol>

Na versão CS6 tínhamos um excesso de marcação na tentativa de representar o mais fiel possível o layout das listas do InDesign via XHTML/CSS. O gerenciamento desse item mudou deixando a cargo do browser/device a aparência da lista. Resultando num código mais limpo e funcional.

Classes automáticas

Bem, como nem tudo é perfeito…o InDesign continua gerando classes automaticamente marcando o código, muitas vezes, de forma excessiva. Mas temos novidades neste item. Ao menos a nomenclatura e organização dessas classes melhoraram. Agora cada parte do conteúdo recebe uma nomenclatura própria.

Classe de CSSDescrição
CharOverride-#Mapear atributos de caractere
ParaOverride-#Mapear atributos de parágrafo
TableOverride-#Mapear atributos de tabela
CellOverride-#Mapear atributos de célula

 

Pequenas mudanças…

1. Ignora os espaços em branco do InDesign. Nas últimas edições vinha alternando, entre reconhecer ou não, o parágrafo vazio no InDesign.
2. Finalmente reconhece o espaço antes do parágrafo. Ufa!
3. A função de embutir fontes agora é compatível com leitor iBooks/Apple. Não é mais preciso edições pós-exportação.

 

3. CSS

Listas

keepoptions

Podemos controlar melhor o comportamento o texto com as funções de Keep Options. Para aplicar quebras de leitura, em tópicos e capítulos, formate o estilo de parágrafo como a opção Start Paragraph In Next Frame.

CSS emit

cssemit

Interessante possibilidade de controle sobre quais estilos serão exportados como classes de CSS no ePUB. Permite interagir a folha de estilo gerada pelo InDesign com um arquivo externo de CSS.

Pequenas mudanças…

1. Para imagens com efeitos de sombra, chanfro corrigiu o valor de porcentagem aplicado à imagem.
2. Exporta o ePUB sem incluir o arquivo CSS, apenas com as marcações de classe no XHTML. Ideal para utilizar um arquivo CSS externo.
3. Melhor suporte a estilos dentro de grupos no painel de estilos de parágrafo.

Conclusão

Sabemos que os desafios do formato ePUB estão muito além da própria produção do arquivo, mas ter acesso a ferramentas que otimizem e facilitem a produção com certeza é um dos pilares para alavancar este mercado. A cada versão o InDesign avança – mesmo que pouco – no sentido de estabilizar e melhorar a exportação em ePUB.
A versão CC apesar de não trazer nenhum recurso de destaque nessa tarefa, mostra claramente um amadurecimento do software e que a Adobe está atendendo as solicitações dos usuários corrigindo e otimizando funções básicas no programa antes de avançar para outros temas.

Participe do próxima dualpixel webinar Produção de e-Books – Formatos ePUB já atualizado para o InDesign CC e veja na prática essas e outras dicas para produção de arquivo ePUB com qualidade técnica e visual. Visite a página do curso

 Assine nosso informativo e receba notícias sobre cursos, promoções e artigos especiais da dualpixel

COMPARTILHAR:

Redação Dualpixel

Monitoramos o que há de mais relevante sobre midia impressa e digital para te manter informado.

2 comments

  1. Grande Felipe. Valeu mesmo o post. O Indesign poderia se transformar numa ferramenta muito mais definitiva na conversão, sem tantos bugs, mas pelo menos já melhorou bastante, só continua massacrando as imagens. O que falta também é uma compatibilidade na transição pdf-para-indesign-para-epub.

  2. Na verdade acredito que a produção de ePUB deva seguir com algum outro software da Adobe, como por exemplo, um novo integrante na família do Edge para lidar apenas com ePUB…quem sabe?
    No que se refere as imagens, não entendi bem… o que voce tem reparado nas imagens?

    Forte abraço!

Deixe uma resposta